Uma Mulher foi atropelada na Av. De Moçambique durante a visita do Papa



Uma Mulher voluntária da Igreja Católica foi, hoje, atropelada por um carro durante os trabalhos que fazia na Av. de Moçambique na cidade de Maputo. A automobilista do carro defende-se dizendo que a voluntária atirou-se para o seu carro.
Tudo isso aconteceu na manhã desta sexta-feira, quando um grupo de voluntários da Igreja Católica caminhava pela Avenida de Moçambique, depois do Papa ter visitado o Centro Santo Egídio. Depois desse atropelamento, os voluntários acusaram a motorista de conduzir em excesso de velocidade.
A automobilista recusou a acusação e disse que a voluntária atirou-se a sua viatura. A vítima teve ferimentos na perna e no braço. Entretanto, depois de alguns minutos estatelada no asfalto, a voluntária foi levada de carro ao Centro de Saúde mais próximo do local.
Fonte: Jornal o Pais

Publicar um comentário

0 Comentários