Detidas três Mulheres indiciadas na venda de um menor em Manica


A Polícia da República de Moçambique deteve três cidadãs acusadas na venda de um menor de oito anos de idade, no valor de um milhão de meticais, no distrito de Gondola, na província de Manica.
Trata-se de Antónia Lourenço, de 50 anos de idade, Dionísia da Conceição (30) e Carlota Domingos (29), todas da mesma família. Antónia Lourenço é mãe da Dionísia da Conceição e tia da Carlota Domingos,e juntas tentaram vender um menor, seu vizinho.

O facto foi revelado ontem, em Gondola, pelo porta-voz da Polícia da República de Moçambique em Manica, Mateus Mindú, em declarações à imprensa, referindo que a neutralização das três indiciadas foi possível graça a uma denúncia feita pelo suposto comprador.

"As vendedoras tentaram contactar um comprador, por sinal namorado de uma delas. Este comprador accionou a Polícia e foi ao encontro delas. Quando estava prestes a efectuar o pagamento, a Polícia chegou ao local", explicou Mindú, citado pela AIM.

Afirmou que a corporação está a trabalhar no sentido de perceber os contornos do negócio e levar todos os envolvidos à barra da justiça.

Disse: "Temos conhecimento sobre outras pessoas envolvidas nesse negócio. Investigações estão em curso e acreditamos que nos próximos dias teremos mais pessoas detidas em conexão com este caso”


Publicar um comentário

0 Comentários