COVID-19: Mais de 160 mil mortos em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já fez mais de 160 mil mortos em todo o mundo e cerca de dois terços dessas mortes ocorreram na Europa, de acordo com um balanço feito pela agência France-Presse (AFP) pelas 10:40.


De acordo com várias fontes oficiais espalhadas por todo o mundo, estavam registadas 160.502 mortes em todo o mundo associadas à pandemia de covid-19, das quais 101.398 na Europa, o continente mais afetado.

Em termos de número de casos de infeção, a AFP contabilizou 2.331.318 casos, dos quais 1.151.820 foram registados no continente europeu.

Os Estados Unidos são o país que regista maior número de mortes (39.090), à frente da Itália (23.227), a Espanha (20.453), a França (19.323) e o Reino Unido (15.464).

Em África a pandemia de covid-19 e provocou a morte a 1.055 pessoas e infetou 21.096, com os recuperados a ascenderem aos 4.974, segundo o boletim do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC). O número de pacientes recuperados da infeção passou de 4.642 para 4.974. A região mais afetada continua a ser o norte de África, com 767 mortos.

A pandemia afeta 52 dos 55 países e territórios de África, com cinco países — África do Sul, Argélia, Egito, Marrocos e Camarões – a concentrarem mais de metade das infeções e mortes associadas ao novo coronavírus. A África do Sul continua a ser o país com o maior número de casos (3.034), com 52 mortos, mas o maior número de vítimas mortais regista-se na Argélia (367), em 2.534 infetados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicar um comentário

0 Comentários