Donald Trump vai deixar de participar nas conferências sobre Covid-19

A decisão surge na sequência da polémica sugestão de Trump de que desinfectantes, tais como lixívia, poderiam ser usados “por dentro do corpo” para tratar doentes com covid-19.


O Presidente norte-americano, Donald Trump, vai deixar de participar nas conferências de imprensa da Casa Branca sobre a situação da pandemia de covid-19 no país. O anúncio foi feito por Trump através do Twitter, onde afirmou que estes briefings “não valem o tempo e o esforço”.

Donald Trump queixa-se ainda das “perguntas hostis” dos jornalistas, que volta a acusar de espalharem “fake news”, num tweet publicado na noite de sábado, quando habitualmente estaria a responder a perguntas da imprensa.

A decisão de abandonar as conferências de imprensa diárias surge na sequência da polémica sugestão de Trump, na quinta-feira à noite, de que desinfectantes, tais como lixívia, poderiam ser usados “por dentro do corpo” para tratar doentes com covid-19. Depois de muito questionado pelos jornalistas, o chefe de Estado norte-americano tentou dar a volta, afirmando que estava a fazer uma pergunta “sarcástica”. Mas as críticas continuaram.

Media player poster frame
Ao longo das últimas semanas, o Presidente norte-americano fez várias afirmações sem fundamento científico, sugerindo “remédios” como um medicamento contra a malária​ que levaram muitas pessoas a procurar a substância sem resultados comprovados para a covid-19.

No sábado, a agência Associated Press tinha noticiado que estavam a ser discutidas alternativas ao actual formato das conferências de imprensa diárias sobre a pandemia de covid-19, de forma a reduzir a presença do Presidente norte-americano. Há várias semanas que conselheiros da Casa Branca têm recomendado que Trump reduza as suas aparições, entrando em cena apenas em caso de anúncios mais importantes ou desenvolvimentos positivos da situação da pandemia no país.

Publicar um comentário

0 Comentários