Enfermeiras gémeas morrem de Covid-19 com três dias de diferença

Irmãs tinham 37 anos e trabalhavam num hospital inglês. O novo coronavírus já causou a morte a pelo menos 50 enfermeiros britânicos

A enfermeira Katy Davis morreu esta terça-feira de Covid-19, três dias depois da sua irmã gémea Emma, também enfermeira, ter morrido também por causa da doença. As mulheres estavam internadas no Hospital de Southampton, em Inglaterra.


Elas mesmo disseram que tinham vindo ao mundo juntas e iriam morrer juntas também”, disse Zoe, irmã das gémeas.

Katy trabalhou no hospital pediátrico de Southampton enquanto a irmã, Emma, fez parte da equipa de cirurgia durante nove anos.

Médicos, enfermeiros e auxiliares recordaram as gémeas como pessoas alegres, sempre dispostas a ajudar o próximo e muito profissionais.

Esta quinta-feira à noite, os funcionários do hospital reuniram-se na entrada principal para aplaudir as gémeas, uma homenagem que aconteceu horas antes de Emma morrer.

A pandemia de Covid-19 já matou 50 enfermeiros no Reino Unido. No total, o país soma mais de 19 mil e 500 mortes em mais de 144 mil e 600 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus.

Publicar um comentário

0 Comentários